• put your amazing slogan here!

    Só mais um desabafo.


    Ainda me arrependo de ter escrito essa postagem.



    Final de Outubro de 2010, foi mais ou menos quando eu o conheci por um chat do MSN. Dia 25 de Dezembro eu o vi pela primeira vez. Dia 31 de Dezembro pelas 12 horas da manhã, ele me ligou pelo celular do amigo dele. Lá pela segunda semana de Janeiro de 2011 foi quando, para mim, realmente começamos a nos envolver - estavamos conversando muito bem pelo msn (eu estava no celular) e o assunto começou a rolar. Até hoje eu me lembro, e tenho um print, dele dizendo "Eu só não quero te perder" e eu respondi "É mais fácil você querer se livrar de mim do que me perder". Marcamos de sair no domingo, mas eu acabei viajando antes e tivemos que desmarcar. Quando voltei de viajei já estava perto do aniversario dele e no dia eu estava perto de sua casa com minha amiga, liguei para nossa amiga em comum e perguntei onde ficava a casa dele exatamente. E fui lá.

    Foi exatamente dia 28 de Janeiro, numa sexta-feira, que numa visita totalmente embaraçosa que eu fiquei com ele pela primeira vez. A segunda foi dois dias depois, na festa de seu aniversario, num domingo. Primeiro, o amigo dele deu em cima de mim e depois tentou me agarrar na brincadeira... Confesso que se não tivesse ficado com ele na sexta, teria ficado com esse amigo nesse dia, mas não fiquei. Ele me chamou do nada no meio dos amigos dele, me abraçou, beijou meu pescoço e meu rosto e aí ficamos pela segunda vez. Depois disso tentamos marcar dele vir me visitar, mas nunca dava certo, então marcamos de sair num outro domingo, dia 13 de Fevereiro para ser mais exata. Eu fiquei o dia todo no MSN como ausente, deitada em frente ao computador e lendo Harry Potter e as Reliquias da Morte, quando eu o vi on tinha o status ausente como "rolé com os chegados". Então aproveitei que minha mãe havia deixado e fui para a festa. Estava muito bem lá quando decidi ver o horario no meu celular e percebi que ele havia descarregado, liguei-o de novo e me deparei com uma chamada perdida de um número desconhecido. Mal tive tempo de ver a chamada e o número me ligava novamente, eu atendi e para minha total surpresa era ele. Me perguntou onde eu estava e foi até lá. Essa foi a terceira vez que nós ficamos. Dia 24 de Fevereiro, se não me engano, ele veio finalmente em minha casa. Foi um trabalhão, ele e o amigo se perderam e no fim eu tive que busca-los em determinado local. Ficamos nós três de bobeira na frente de minha casa, meus pais dormindo já e a rua quase deserta, e na hora deles irem embora eu consegui enrolar o amigo dele um pouquinho para ficarmos pela quarta vez. Dois dias depois foi aniversario desse amigo dele, eu fui com minha amiga. Chegamos umas 19hrs e eu tinha horario de ir pra casa 22hrs, meu pai iria me buscar no local marcado. Ele chegou umas 21hrs e ao me cumprimentar na frente de todos os nossos amigos e conhecidos, ele me deu um selinho. Foi falar com seus amigos e me encontrou dançando depois, foi a quinta vez.

    Então aí que começa o que eu chamo de nossa primeira crise. Eu acabei vendo fotos dele com outra menina nessa mesma festa. Não estavam se beijando, pois a menina virou a cara para não deixar ser fotografada assim. Tinha uma deles conversando, outra dela virando a cara e no colo dele, outra deles abraçados no fim da festa. Quando descobri isso eu tive que viajar para o interior e lá tem um menino que ficou muito afim de mim... eu acabei ficando com ele durante o tempo que eu estava lá. Posso dizer que esse menino foi o único cara que eu fiquei enquanto ficava com ele.

    Quando voltei, estava com um D. (L) de Demetria (e claro que outros significados) no subnick do msn. O amigo dele (o dono do celular que ele me ligou pela primeira vez, o mesmo que deu em cima de mim no aniversario dele, o mesmo que veio em minha casa com ele e o mesmo do aniversario que ele ficou com outra menina), então, esse amigo dele começou a me jogar verdades na cara. Me disse que eu estava com o subnick para algum cara só pra fazer ciumes nele, que ele já o tinha chamado para conversar sobre mim e dizia que não sabia qual era a minha, disse que nosso lance ia se intensificar e eu iria ser a primeira namorado dele. Mas que eu tinha que demonstrar mais.

    Foi o que eu fiz. Demonstrei mais, o maximo que consegui. Foram inumeras visitas aqui em casa depois disso. As que eu me lembro (marcadas no celular) foram 20 e 27 de Março, 4 e, a última, 10 de Abril. Essa última vez ele veio assistir filme.. Ficou só eu e ele aqui em casa, meus pais estavam lá na frente. Mais ou menos um dia depois, ou dois, eu percebi que um depoimento que deixei pra ele havia sumido. Perguntei se foi ele quem apagou e ele me acusou de ter feito isso.

    Pronto. Foi aí que tudo acabou.

    Falei com ele uma vez e quando ele foi frio comigo, a conversa acabou no tudo bem. A segunda vez que fui falar com ele foi a mesma coisa, mas decidi arriscar e dizer que estava com saudades. Ele comentou que gente poderia acertar alguma coisa aí,mas ele tava sem como vir aqui em casa. Disse-lhe que, como havia dito no domingo, eu poderia ir vê-lo nesse fim de semana. Mas ele continuou sendo frio e eu falei isso pra ele, que ele não costumava me tratar assim. Ele negou e disse que tava normal e que precisava sair porque iria acordar cedo.

    Isso foi ontem, dia 14 de Abril, quase 15. Eu fui dormir também. E eu chorei demais, eu chorei muito, eu quase não consegui dormir. E eu acordei precisando de um abraço. Sabe o que foi pior? Não tinha ninguem para me abraçar e o abraço que mais me faz bem é o dele. E aqui estou eu escrevendo isso para desabafar e para finalizar essa historia.

    Ninguem tem nada haver com isso, eu sei. Mas eu precisava desabafar.

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Poder� tamb�m gostar de:



     

    Blogger news

    About

    Related Posts with Thumbnails

    Blogroll